domingo, 17 de abril de 2011

Flores do campo

A Primavera é por excelência a estação das flores. Após um inverno mais ou menos frio, em que a biodiversidade se encontra como que em vida suspensa, a chegada da Primavera e as suas temperaturas amenas fazem desabrochar as flores enquanto os insectos atarefados só se ocupam da sua própria reprodução e acumular combustível para o fazer!
É então uma oportunidade para fotografar algumas das criações mais singulares da Natureza: a forma como as Angiospérmicas evoluiram aproveitando os insectos (e outros animais em menor medida) para se disseminarem pelo globo e assim se diversificarem é notável, a diversidade é notável e não deixarão o naturalista mais atento indiferente!
Cá vai uma pequena amostra... espero que gostem :D

Fritillaria lusitanica (Liliaceae) - espécie endémica da Península Ibérica, cresce em zonas de matagal e prados mediterrânicos. PN Sintra-Cascais.


Platycapnos spicata (Papaveraceae) - Nativa de campos agrícolas e pousios sobre solos algo básicos na Península Ibérica, Norte de África e Macaronésia preenche-os de cor na Primavera. Parece uma "Fumaria de flores condensadas". Estremoz.


Matthiola fruticulosa (Cruciferae) - Goivo selvagem encontrado em zonas pedregosas entre Portugal e França. P N da Arrábida.


Narcissus bulbocodium (Amaryllidaceae)- Também endémico da área entre Portugal e França é um abundante narciso que floresce a partir do final do Inverno. Peniche.


Ophrys algarvensis (Orchidaceae) - Rara orquídea endémica do Algarve a isoladas localidades na Andaluzia espanhola, sendo calcícola e estando presente em populações discretas na faixa algarvia do barrocal. Algarve.


Dipcadi serotinum (Liliaceae) - Curiosa liliácea que floresce a partir da Primavera em zonas pedregosas mediterrânicas. As flores parecem de plástico! Beja.


Tuberaria guttata (Cistaceae) - Ao contrário das estevas, arbustos bem vistosos e perenes esta espécie é anual e o seu periodo vegetativo é bem mais efémero mas coroam os prados mediterrânicos xerotermófilos de um colorido intenso! Moura.


Lathyrus cicera (Fabaceae) - Uma ervilheira selvagem típica de prados mais ou menos mésicos em ambiente mediterrânico mas distribuida por toda a Europa e Médio Oriente. A cor salmão das flores é típica. Vila Franca Xira.